Bayside Marketplace: compras, restaurantes e lazer com vista para a Biscayne Bay (Miami)

Um programa gostoso de fazer em Miami Downtown é um passeio pelo Bayside Marketplace, uma espécie de shopping outdoor cheio de charme e localizado em frente à Biscayne Bay (a vista para a baía é linda).

Bayside Marketplace. Créditos: Averette, http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/
Daqui saem vários passeios de barco

O Bayside, que vive lotado de turistas, tem diversas opções de lojas, restaurantes e cafés. De lá saem diversos passeios de barco e sightseeing tours. À noite tem shows com música ao vivo.

Vista do Bayside Marketplace e Miami Downtown à noite. Créditos: Xynn Tii – https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/2.0/ – https://www.flickr.com/photos/xynntii
Bayside lotado de turistas

Como chegamos a Miami cedinho, nosso apartamento ainda não estava liberado para check-in. Aproveitamos para resolver as primeiras questões de logística (compra do chip americano para o celular, troca da cadeirinha veicular da locadora pela nossa própria, compra de comes e bebes – do jeitinho que relatamos no post anterior). Quando acabamos de resolver tudo, já estava na hora do almoço.

Ainda estávamos com o carro carregado de bagagens, cansados da viagem, vestindo as mesmas roupas que usamos quando saímos de São Paulo no dia anterior. Mas era preciso esperar o apartamento ficar pronto, então paciência…

Assim, partimos para almoçar. Lembrei que precisávamos ir a algum lugar onde pudéssemos estacionar com alguma segurança, já que as nossas malas estavam no carro. Quando comentei isso, eu e o meu marido falamos ao mesmo tempo: “Bayside Marketplace!”. Bem, na verdade, ele falou “Aquele shopping que fica em frente ao mar e que tem um Hard Rock Cafe”, o que no fundo é a mesma coisa, certo? Estávamos em sintonia, então partimos para lá.

Vale destacar que não faço a mínima ideia de se o lugar é seguro para estacionar com bagagem no carro. Só pensamos que como o estacionamento é pago, fechado e fica em um lugar bastante movimentado, o risco de termos as malas roubadas seria ligeiramente menor. Então arriscamos e, quando voltamos, ainda estava tudo lá. Graças a Deus! [UPDATE: Parece que nem lá o estacionamento é seguro para quem está com compras no carro. Vejam nos comentários desse post o depoimento de uma pessoa que teve o carro arrombado nesse estacionamento. Que triste isso, gente! Esse tipo de ocorrência, infelizmente, tem se tornado cada vez mais frequente na Flórida].

Embora Miami tenha outras opções melhores para compras, como é o caso dos outlets, o Bayside tem boas lojas e os preços não são ruins. Se estiver rolando alguma liquidação, pode-se encontrar preços semelhantes aos dos outlets. Entre as lojas, algumas das favoritas dos turistas brasileiros, como Gap (Baby, Kids e adulto), Claire’s (os acessórios de lá são super fofos), Crocs, Disney Store (quando fomos nessa última viagem estava quase tudo em promoção e fizemos umas comprinhas por lá), Foot Locker (de artigos esportivos), Gamestop (o paraíso para quem curte videogame – marido faz a festa!), Guess, Sunglass Hut, Victoria’s Secret, entre outras. Lá também tem muitas lojinhas de souvenir e presentinhos em geral.

Bela colorindo na Disney Store
Fez questão de carregar ela mesma as comprinhas da Disney Store

Para ver a lista completa das lojas do Bayside Marketplace, clique aqui .

No quesito alimentação, o Bayside Market tem muitas boas opções de restaurantes, cafés, bares e sorveterias. Hard Rock Cafe, Hooters, Bubba Gump Shrimp Co. (vamos falar sobre ele no próximo post) e os bem avaliados no TripAdvisor, mas que ainda não testamos: Los Ranchos Stakehouse, Five Guys Burger (falam que hambúrguer de lá é divino) e Let’s Make a Daikiri (bar).

Para ver a lista completa dos restaurantes do Bayside Marketplace, clique aqui.

Os horários de funcionamento do Bayside são: de segunda a quinta, das 10h às 22h; sexta e sábado, das 10h às 23h; domingo, das 10 às 21h.

Daqui saem os passeios de barco
Acho que a Bela quer sorvete
Frente do Bayside Marketplace. Créditos: http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/

Para chegar lá, digite no GPS: 401, Biscayne Boulevard. Quando chegar em frente ao shopping, siga as placas “Parking” ou “Parking Garage” (estacionamento). O estacionamento é pago e varia de acordo com o tempo que você passar lá. Para saber os valores, clique aqui. Você pode pagar o estacionamento em um dos terminais de autoatendimento situados entre o estacionamento e o shopping.

Para quem vai com crianças, é super tranquilo passear com carrinho, há banheiros com trocadores e restaurantes kid-friendly. Eles também oferecem o serviço de aluguel de cadeira de rodas e há um centro de informações ao visitante.

Bônus: American Airlines Arena

O shopping fica bem ao lado da American Airlines Arena, ginásio onde joga o time da NBA, Miami Heat, e onde há muitos shows musicais. Uma boa ideia de programa é casar passeio no Bayside + comidinha gostosa em algum restaurante de lá + jogo de basquete do Miami Heat. Sucesso garantido!

American Airlines Arena. Créditos: Edgar Serrano – http://creativecommons.org/licenses/by/3.0/
Jogo do Miami Heat. Créditos: Melanie Applegate – https://creativecommons.org/licenses/by-nd/2.0/ – https://www.flickr.com/photos/melanietippsphotography/

Frequentar eventos esportivos é um dos nossos programas favoritos nos Estados Unidos. Eles transformam as partidas em verdadeiros espetáculos. Achamos que vale muito à pena viver essa experiência. Quem acompanha o blog, sabe que já assistimos jogos dos New York Yankees, Anaheim Ducks e Los Angeles Lakers.

É um programa divertido e super tranquilo para fazer com crianças. Uma dica importante é: lembre de comprar os ingressos com antecedência. Para saber mais, leia: http://pezinhonaestrada.com/2014/10/14/los-angeles-anaheim-e-arredores-da-capital-mundial-do-cinema-ao-berco-da-disney/ e http://pezinhonaestrada.com/2014/08/05/nova-york-com-bebe-de-um-ano-parte-4-go-yankees/ .

São Paulo é tudo de bom!

Hoje, gostaria de inaugurar uma área especial do blog que trará dicas sobre a cidade onde moramos há quase seis anos e que amamos há muito mais tempo que isso: São Paulo.
Ué?! Mas o blog não é sobre viagem? Se vocês moram aí, São Paulo não é viagem, é? É sim! Além de adorarmos “turistar” pela cidade, as dicas ainda podem ajudar quem pretende viajar pra cá ou mesmo quem vive aqui e quer saber novidades ou desbravar algum cantinho especial que ainda não conhecia. Então é isso: São Paulo faz parte do nosso blog, sim! =) E de uma forma muito especial.

Esperamos que gostem das dicas e que elas despertem em vocês a vontade de conhecer cada vez mais sobre essa cidade incrível, que além de tudo, é ótima para crianças!

Bela em contato com a natureza no Jardim Botânico de São Paulo

São Paulo acaba de ser eleita o destino brasileiro preferido de turistas nacionais e estrangeiros pelo Prêmio Travelers’ Choice 2014, do site TripAdvisor. Prêmio merecidíssimo, diga-se. São Paulo vai muito além da “selva de pedras e asfalto” que muitas vezes é documentada nos telejornais. Na verdade, essa visão de São Paulo sempre caótica, São Paulo só para negócios, São Paulo sempre naufragada em um mar de carros e trânsito, é uma visão preconceituosa, de quem não se permitiu uma chance de conhecer as múltiplas facetas desse destino riquíssimo nos aspectos culturais, arquitetônicos, gastronômicos, educacionais, repleto de áreas verdes e bairros arborizados, com atrativos turísticos para cidade nenhuma botar defeito. Problemas existem, como em qualquer megalópole, mas nada que não possa ser compensado pela imensidão de possibilidades que a capital paulista oferece.

Viaduto do Chá. Foto: Miguel Schincariol

A população paulista, além de ter as origens étnicas mais comuns entre os povos brasileiros, com a confluência de povos indígenas, negros africanos e colonizadores portugueses, ainda recebeu muitas influências das ondas imigratórias provenientes de diversos países. Italianos, japoneses, judeus, sírios, libaneses, bolivianos, coreanos, chineses, senegaleses, haitianos e, claro, brasileiros vindos de outras regiões, principalmente do norte e do nordeste, entre muitos outros, conferem a São Paulo uma qualidade cosmopolita e de riquíssima cultura e identidade construída pela mistura das raízes desses povos.

Museu do Ipiranga. Foto: Rubens Chiri

Nesse primeiro post sobre a cidade de São Paulo, vamos apresentar alguns números que mostram como essa cidade é impressionante!

• PIB de R$ 477 bilhões (10º maior PIB do mundo e quase 12% do PIB nacional)
• 11,8 milhões de habitantes
• 410 hotéis, com 42.000 apartamentos disponíveis e 70 hostels
• 53 shopping centers, com 12.400 lojas
• 240 mil lojas
• 59 ruas de comércio especializado em 51 segmentos
• 888 feiras livres
• 3.028 transações de cartão de crédito por minuto (aproximadamente 50 por segundo)
• 164 teatros
• 282 salas de cinema
• 39 centros culturais
• 103 parques e áreas verdes
• 125 museus
• 146 bibliotecas
• 10 estádios de futebol
• 332 centros de esporte e lazer
• 1 autódromo
• 15 mil restaurantes
• 20 mil bares
• 1.500 pizzarias, que produzem 1 milhão de pizzas por dia (são quase 700 pizzas por minuto)
• 3.200 padarias, que produzem 10,4 milhões de pãezinhos por dia (são mais de 7.200 pãezinhos por minuto)
• 34 mil táxis
• O 7º melhor restaurante do mundo
• A melhor chef mulher do mundo
• O melhor hospital da América Latina
• Única cidade brasileira no ranking das 20 melhores cidades do mundo para jovens

São Paulo é isso e muito mais! Uma metrópole superlativa. Quanto mais a gente conhece sobre São Paulo, mais a gente descobre que tem muito mais a conhecer.

Então é isso! Em breve, muitas dicas para que você possa curtir a cidade de São Paulo da melhor forma possível e junto com a sua família!

Por enquanto, veja algumas fotos do que vem por aí:

Rua 25 de Março. Foto: Miguel Schincariol
Bela e o papai curtindo as áreas verdes de São Paulo
Estádio do Morumbi. Foto: Rubens Chiri
Pizza! A melhor do mundo é a de São Paulo! Foto: Rubens Chiri
Bela se esbaldando no tanque de areia do Parque Buenos Aires
Assistindo jogo do São Paulo no Estádio Morumbi
Pastel de feira: a cara de São Paulo!
Estação Júlio Prestes. Foto: Rubens Chiri
Mamãe e Bela no Parque Buenos Aires
Corrida de São Silvestre. Foto: Rubens Chiri
Pedalando por São Paulo
Catedral da Sé. Foto: Rubens Chiri

Créditos dos números sobre São Paulo: material compilado e organizado pela SPTURIS (2014) e Observatório do Turismo, que usam como fontes Ancine, Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente, Ministério da Cultura, Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação, ABRASCE, Associação Brasileira de Cartões de Crédito e Serviços, Supervisão Geral de Abastecimento / Prefeitura de São Paulo, ABRASEL, The World’s 50 Best Restaurants (Revista Britânica Restaurant), Prêmio Veuve Clicquot, TripAdvisorPortal R7.