Castaway Cay: toda a magia e encanto da ilha da Disney nas Bahamas

Aqui está um destino sensacional e que é absolutamente exclusivo para quem faz cruzeiro pela Disney Cruise Line: Castaway Cay (pronuncia-se “key” (quí), como se fosse chave em inglês e significa ilhota/ilha).  Sim! Essa é a ilha privada da Disney nas Bahamas. Acontece que em 1997, The Walt Disney Company firmou um contrato com o governo das Bahamas e, pelo menos até 2096, podemos dizer que a ilha “pertence” à Disney. Sendo assim, só navios da Disney têm permissão para ancorar lá.

Localização de Castaway Cay, nas Bahamas

Castaway Cay parece uma ilha dos sonhos. Cada detalhe, cada cantinho, cada atrativo foi cuidadosamente planejado e preparado para receber e encantar os turistas que têm a oportunidade de visitá-la. Não foi à toa que ela foi eleita a melhor ilha particular pertencente a uma companhia de cruzeiros (http://www.cruisecritic.com/memberreviews/destination-awards/private-island/ ).

Os cruzeiros Disney para as Bahamas e o Caribe sempre incluem um dia de parada em Castaway Cay. O navio chega lá pela manhã, bem cedinho, e fica até o fim da tarde. Parece muito tempo, mas é pouquíssimo diante de tudo o que há para visitar e curtir por lá. Por isso, acorde cedo, tome café da manhã e desembarque o mais rápido possível para aproveitar ao máximo.

A Bela, ainda no café da manhã no navio, espiando Castaway Cay.

Para desembarcar, não esqueça o seu cartão “Key to the world”. Sem ele, é impossível descer do navio e é ele que você vai usar para todas comprinhas que eventualmente fizer na ilha. Leve algum dinheiro com você, pois você precisará, caso use algum serviço que precise de gorjeta (consumo de bebidas alcoólicas na praia, por exemplo). Fique atento para não esquecer nada no navio, pois o caminho da sua cabine até a área de lazer da ilha é bem longo. Seria um estresse ter que voltar até lá para buscar algo. Câmera, protetor solar, chapéu, camisa com proteção UV, fraldas, lenços umedecidos, toalhas, remédios, mamadeiras, leite… Certifique-se de que tem tudo o que precisará durante todo o dia com você. Quando fomos, nós esquecemos os brinquedinhos de areia da Isabela na cabine, então preferimos comprar brinquedinhos novos nas lojinhas do que ter que voltar ao navio para buscar. Terminou que foi muito legal, pois os baldinhos que eles vendem lá são uma graça e ficaram como uma linda recordação da ilha. Na época em que fomos, não achamos tão caro. Custava US$ 5 cada conjunto. Compramos o baldinho de castelo da Cinderela, o do Nemo (ambos vêm com uma pazinha) e a pá gigante do Mickey.

Brinquedos de praia novos, lembrança de Castaway Cay

Sobre as compras, na ilha há produtos exclusivos da Disney, que só são vendidos em Castaway Cay . Se vir por lá alguma coisa que gostou, não deixe para comprar depois nos parques da Disney ou mesmo no navio, pois provavelmente não encontrará.

Lojinha com nome super criativo

Quando descer no navio, lembre de pegar toalhas limpinhas para todos os membros da sua família.

Assim como no navio, em Castaway Cay há recreação para as crianças com os tios dos clubes infantis e uma área exclusiva para adolescentes. Portanto, se quiser dar uma escapada para a praia exclusiva de adultos (Serenity Bay), deixe as crianças por um tempo no clubinho.

Neste porto de parada estão incluídos: transporte de tram ao longo da ilha, almoço – buffet em estilo barbecue, sorvete, frutas e bebidas não-alcoólicas à vontade, entrada em todas as praias (inclusive a exclusiva para adultos), cadeiras de praia, guarda-sóis e redes, entretenimento na ilha (incluindo shows musicais e kids club), trilhas, esportes de praia, aulas de ioga, splash zone, encontros com personagens, empréstimo de carrinho, escorregador no Pelican Plunge.

NÃO estão incluídos e precisam ser pagos à parte: aluguel de bicicletas, boias, caiaques, pedalinhos, equipamentos de mergulho, tratamentos de estética, souvenires, etc..

Para saber o que está incluído no valor do cruzeiro e o que é pago a parte, acesse esse post.

 

Pelican Plunge

O Pelican Plunge é uma plataforma flutuante de mais de 700 metros quadrados e para chegar até ele, é necessário ir nadando. Lá você encontrará dois toboáguas e um super “banho de balde”. Saiba que o mar é bem fundo ali (mais de 1,80m), cobrindo até mesmo um adulto de pé. Crianças devem usar colete salva-vidas. Se você não se sente confortável com a profundidade ou não nada bem, também há coletes disponíveis para adultos.

 

Spring-a-Leak

O Spring-a-Leak é uma área semi-sombreada para crianças, com piso macio e um montão de esguichos de água doce. É um verdadeiro paraíso para crianças pequenas. Difícil foi tirar a Isabela de lá… Ela amou! A carinha de felicidade dela naquele lugar é inesquecível.

Restaurantes

Há três restaurantes em Castaway Cay (Cookies BBQ, Cookies Too BBQ e um na praia exclusiva para adultos, que falam que é melhor que os dois primeiros). Em todos, a comida é a mesma: churrasco, no estilo barbecue americano. Costelas, frango, hot dog, hambúrguer, steak, salada de batatas, salada de tomates, coleslaw, milho cozido, pão de alho e queijo, frutas, cookies, sorvete, bebidas não alcoólicas à vontade…

A comida é servida em estilo de buffet. Você mesmo se serve e senta em um salão aberto e muito bem decorado, que fica logo ao lado. Ambiente descontraído, bem família. Como nós gostamos desse tipo de comida, curtimos bastante.

Encontro com personagens

Na ilha, também estão programados encontros com personagens. Alguns deles, costumam só aparecer na ilha, como Lilo e Stitch. Para saber local e horário, basta consultar seu Personal Navigator ou o aplicativo da Disney Cruise Line. Nós não nos programamos para encontrar com nenhum personagem, mas, no caminho de volta para o navio, lá estavam o Tico e o Teco e todo mundo que estava na fila para reembarcar, pôde fazer fotos com eles.

Aluguel de equipamentos

Boias, colchões flutuantes, caiaque, snorkel, bicicleta… Tudo disponível para aluguel. Não chegamos a alugar nenhum desses itens, mas a Andreza, do blog Andreza Dica e Indica alugou vários itens em um pacote e para todos da família (boias, snorkel, bicicleta…) e falou que teria compensado alugar os itens separadamente, pois eles não tiveram tempo para usar tudo. Veja o que ela disse nesse post.

Inclusive, para quem quiser curtir a ilha em grande estilo, é possível alugar cabanas privativas em um trecho separado da praia. Você terá acesso a espreguiçadeiras e guarda-sóis só seus, frigobar abastecido, toalhas fresquinhas, boias, brinquedos de praia, praia vazia… Um luxo! A brincadeira não sai barata. Custa facilmente mais de 500 dólares (399, se a cabana for na ilha exclusiva para adultos). Se quiser ler um relato de quem já fez, veja esse post: http://disneycruiselineblog.com/2016/04/family-beach-cabana-experience-disneys-castaway-cay/ . Neste outro post, o autor apresenta 10 motivos para você criar coragem e alugar uma cabana: http://blog.touringplans.com/2014/12/18/10-reasons-cabana-castaway-cay-worth-trying-get/ . Ah! E se você realmente pensa em alugar uma, se apresse e reserve logo a sua, pois elas esgotam rapidamente.

Serenity Bay

Uma praia exclusiva para pessoas com mais de 18 anos. Todos falam que é um dos trechos mais bonitos da ilha e que o mar parece um espelho de tão calminho. Infelizmente, não tivemos a oportunidade de conhecê-la, pois a nossa pequena ainda tinha menos de três anos e não podia ficar sozinha no kids club.

Para saber mais sobre Serenity Bay, veja esse post da Luciana Misura, do blog Colagem: http://luciana.misura.org/2015/11/10/ilha-da-disney-nas-bahamas-castaway-cay-e-o-paraiso/ .

Passeios/excursões

Assim como nos outros portos de parada, em Castaway Cay também há passeios organizados (Port Adventures). Para saber quais são e quanto custam, veja este link: https://disneycruise.disney.go.com/port-adventures/bahamas/list/castaway-cay/ .

Não fizemos nenhum desses passeios pagos à parte e também não sentimos falta, já que há tanto para curtir na ilha. Acreditamos que esse tipo de programa deva ser uma boa opção para quem já foi à ilha outras vezes e cansou (se é que isso é possível) do que tem para fazer “de graça” lá ou para quem curte muito ou sempre sonhou em fazer alguma daquelas atividades (por exemplo, pesca, mergulho, parasailing, esqui aquático…).

Agência dos correios

Uma curiosidade é que em Castaway Cay tem uma agência dos correios, de onde você pode enviar cartões postais e cartas com selos exclusivos da ilha. Como a agência é operada por autoridades das Bahamas, é possível que não esteja aberta no dia da sua visita. Se você tem interesse em enviar alguma correspondência de lá, adquira os selos no Guest Services dentro do navio. Daí, quando chegar à ilha, é só depositar sua carta na caixa da agência (drop box).

Você sabia…

…que antes de “pertencer” à Disney, a ilha de Castaway Cay era conhecida como Gorda Cay e era usada como rota estratégica para o tráfico de drogas? Em determinado ponto da ilha, ainda é possível ver uma aeronave abandonada, usada naquela época.

Dica especial: não precisa levar o seu carrinho de bebê para a ilha. Lá eles disponibilizam, como cortesia, carrinhos de bebê, wagons e cadeiras de roda com rodas especiais para transitar pela areia. Particularmente, amei esses carrinhos a la caçamba de caminhão (wagons). A gente simplesmente jogava tudo dentro do carrinho (toalhas, mochila, câmera, mapa, brinquedos de praia, a Bela rsrsrsrsrs) e rodava para todos os lados, sem maiores preocupações.

Resumindo… Castaway Cay é um lugar simplesmente incrível e é uma das principais razões que me faria pensar bastante antes de optar por uma companhia de cruzeiros que não fosse a Disney Cruise Line ao visitar as Bahamas ou o Caribe.

Depois de um dia inteiro na ilha, voltamos ao navio e uma super festa nos aguardava: a Pirate Night. A festa no deck do navio é imperdível. Já falamos um pouco sobre ela e os preparativos neste link.

 

 

Cruzeiro Disney Dream – Bahamas: vamos embarcar!

Chegando ao Porto

Se o seu cruzeiro vai sair do Porto Canaveral, aconselhamos fortemente que você durma pelo menos na noite anterior em algum local próximo. Cocoa Beach é uma ótima opção e os hotéis têm preços razoáveis. Inclusive, como vocês viram nesse post, a cidade é bem gostosa e oferece algumas excelentes possibilidades de passeio (Kennedy Space Center, por exemplo).

Dormindo em Cocoa Beach, você elimina o risco de perder o cruzeiro por um possível contratempo na estrada ou por um voo que atrase e garante uma boa noite de descanso antes de embarcar no navio.

Do nosso hotel até o ponto de embarque da Disney, não levamos nem 10 minutos. Tranquilíssimo.

Chegando ao Porto Canaveral. Olha lá o Dream esperando a gente…

Estacionamos o carro alugado no estacionamento do próprio porto. Colocamos tudo na ponta do lápis para ver se valia a pena devolver o carro à locadora e pegar de novo na volta (já que o carro ia ficar 4 dias parado no porto). No nosso caso, mesmo pagando quatro diárias a mais e o estacionamento, ficava mais barato manter o carro com a gente do que fazer dois contratos diferentes.

O estacionamento custou 75 dólares para todo o período do cruzeiro. Ele é fechado e coberto, o que nos deixou mais tranquilos, pois deixamos duas malas com coisas que não íamos usar no cruzeiro dentro do carro.  Deixo bem claro que não estou aconselhando ninguém a deixar bagagem no carro, nem tenho como me responsabilizar caso alguém faça isso e seja roubado. Apenas compartilho com vocês que nós decidimos correr esse risco e valeu a pena.

Recibo do estacionamento

Cabe destacar aqui que o limite de bagagens que podem embarcar no cruzeiro é inferior à franquia uma viagem aérea internacional, então, se você fez compras e está com bastante bagagem, provavelmente terá que “dar um jeito” com ela antes de embarcar no navio.

Existia a possibilidade de deixar o carro “de graça” no hotel onde nos hospedamos em Cocoa Beach e pegar um transfer do hotel até o porto, mas soubemos dessa possibilidade tarde demais. Por isso, se informe antes com o seu hotel sobre as possibilidades quanto a estacionamento e depósito de babagens.

O check-in

O check-in no navio é muito organizado e tranquilo. É só fazer direitinho o que eles orientam no caderninho “Important Notice to Guests”, chegar com todos os formulários preenchidos e seguir as direções que os inúmeros funcionários estrategicamente posicionados vão passando.

Antes de estacionar, deixe a sua bagagem (já identificada com as etiquetas que eles enviam para o seu endereço residencial) no local que os funcionários vão indicar.

Tag na mala
Local onde as malas são deixadas
Local onde as malas são deixadas

Chegue no horário que você escolheu previamente pela internet para embarcar. Não se espante com o tamanho da fila. Tudo flui de forma muito eficiente.

Quando fizer o check-in, o funcionário te entregará o primeiro programa (Personal Navigator) com as atividades que acontecerão no primeiro dia. Você pode decidir ali se prefere receber o programa em português ou inglês. Os programas dos demais dias são entregues à noite, diretamente na cabine. E eles sempre vêm na companhia de uns chocolatinhos…

É também nessa oportunidade que cada passageiro receberá o “Key to the World”, um cartão onde constam as informações sobre o passageiro, a cabine, os restaurantes onde ele fará as refeições noturnas (existe um rodízio entre os restaurantes, então ali aparece a ordem que você seguirá) e o grupo de emergência ao qual pertence. Um cartão de crédito fica vinculado a cada “Key to the World” da cabine. Então se quiser fazer qualquer compra ao longo da viagem, você deve usar o seu cartão de identificação para isso. É importante estar sempre com o cartãozinho. Se for fazer fotos com o fotógrafo, precisa entregá-lo ao auxiliar do fotógrafo. Se for sair do navio, precisa estar com seu cartão e passaporte. Se for abrir a porta da sua cabine, acender as luzes… Enfim… Esteja sempre com ele, pois o navio é enorme e é bem chatinho ter que fazer uma longa caminhada até a cabine quando você percebe que está sem ele. Muitos hóspedes frequentes usam o cartão como uma espécie de crachá, pendurado no pescoço. Assim, ele está sempre por perto.

Cadastro das crianças

Depois de fazer o check-in, providencie o cadastro dos seus filhos no kids club (Disney’s Oceaneer Club ou Lab). Para agilizar tudo, é possível fazer o pré-registro online.

A fila do registro que fica ao lado do check-in costuma ser grande. Ouvi falar que é possível fazer o registro diretamente no clube, com uma fila bem menor. Fica a dica!

Como a Bela tinha menos de três anos quando foi, não usamos esse serviço (apesar de termos frequentado o clube nos horários em que o uso é liberado para pessoas de todas as idades – “Open House”).

A Bela no “Open House” do kids club

Para as crianças ficarem sozinhas com os monitores, é preciso que tenham mais de três anos e já saibam usar o banheiro sozinhas.

No registro, as crianças ganharão pulseirinhas, os pais poderão conhecer o espaço (absolutamente mágico) e os monitores que ficarão com as crianças durante esses dias.

Os monitores usarão os telefones da cabine (que podem ser usados em todo o navio) para se comunicar com os pais, caso as crianças cansem, queiram voltar para a família ou aconteça algum imprevisto.

Serviço de atendimento ao cliente

Assim que terminar de fazer todos os registros, vá ao Serviço de atendimento ao cliente para agendar encontros com personagens (nesses, as vagas são limitadas). É possível entrar na fila para encontrar os personagens, mas em alguns casos, é possível marcar um horário.

No nosso cruzeiro, marcamos o encontro da Bela com a Anna e a Elsa (que só puderam ser vistas por quem tinha horário agendado, pois elas não estavam programadas para aparecer em outros momentos no navio) e um outro encontro com as princesas (Cinderela, Bela, Branca de Neve e Tiana). Foi muito legal, pois, com horário agendado, as personagens passam um pouco mais de tempo com cada criança. Foi mágico. Meus olhos marejam quando lembro da reação da Bela a cada encontro… A pequena ficou absolutamente encantada.

Também no SAC é possível pegar, assim como nos parques, bótons de primeiro cruzeiro, aniversariante, aniversário de casamento…

O que levar na bagagem de mão

Vale deixar claro que no dia do embarque as malas só são entregues nas cabines lá para o fim da tarde. Então se certifique de que tem na sua bagagem de mão tudo o que vai precisar para aproveitar o comecinho do dia no navio.

Roupa de banho, protetor solar, chinelo, câmera fotográfica, baterias, fraldas e afins (se for o seu caso)… Enfim… Tente imaginar tudo o que pretende fazer no navio nesse primeiro momento e guarde os pertences na bagagem de mão. Só procure manter essa bagagem leve, pois se o seu check-in for bem cedo, talvez sua cabine ainda não tenha sido liberada, então você precisará ficar circulando pelo navio com os pertences de mão.

Treinamento de emergência

No primeiro dia é realizado um treinamento de emergência e todos (absolutamente todos) os passageiros têm a obrigação de participar. Inclusive, ao entrar no salão onde é realizado o treinamento, todos os cartões individuais (Key to the World) são escaneados, como uma espécie de “chamada”. Eles querem se certificar que todos participaram mesmo.

Alguns minutos antes do treinamento, o sistema de som do navio fica avisando que o navio soará o sinal de alarme e todos os grupos precisarão voltar à cabine e de lá se dirigir ao local indicado no “Key to the World”. A letra grande que aparece no cartão é o grupo ao qual a cabine pertence. É só seguir as setas com essa letra, que se encontram desde a porta da cabine até o salão do encontro do grupo.

Chegando lá, todo mundo senta e assiste às orientações do staff.

Telefones

Nunca é demais relembrar que há dois telefones em cada cabine. Eles funcionam em todo o navio e podem ser usados para se comunicar com as pessoas da sua própria cabine, com pessoas de outras cabines, com os monitores do kids club, com o room service, com a governança… Enfim… São bem úteis e oportunos.

Programação

Como falamos na parte do check-in, a programação de cada dia (Personal Navigator) é entregue no quarto e pode ser em inglês ou português. Você também pode consultá-la no aplicativo para smartphone da Disney Cruise Line.

Lá estão descritas todas as atividades que ocorrem no navio: brincadeiras, shows, filmes exibidos no cinema, cursos, encontros com personagens, festas… Achei a programação bem variada.  Tem até encontro de pais solteiros, acreditam?

Todas as noites o Alberto, que cuidava do nosso quarto, deixava a nossa programação e uns chocolatinhos em cima da cama. Além disso, ele fechava as cortinas, fazia uma escultura engraçada de toalha, arrumava o berço da Bela, trocava as toalhas, deixava a temperatura e a iluminação ideais para um fim de noite… Quando voltávamos do jantar, estava tudo lá prontinho pra gente. Serviço nota mil!

A Bela catando os chocolatinhos em formato de moeda que o Alberto deixou na cama, junto com o Personal Navigator
Escultura que o Alberto deixou no quarto, usando os óculos do Gustavo

Restaurantes

O Disney Dream tem um restaurante no estilo buffet (Cabanas), que serve café da manhã, almoço e jantar e três restaurantes temáticos a la carte onde é servido o jantar (Enchanted Garden, Aminator’s Palate e The Royal Palace). Existe um rodízio pré-determinado para o jantar a la carte e todos os hóspedes passam por todos os restaurantes.

Abaixo, algumas fotos do buffet no restaurante Cabanas:

Além desses restaurantes que estão incluídos no valor do cruzeiro, há ainda dois restaurantes exclusivos para adultos, que nós não chegamos a conhecer: o Remy e o Palo.

Na área da piscina fica o Flo’s Cafe, lanchonete onde servem pizza, hambúrguer, cachorro-quente, batata frita, enquanto as piscinas estão funcionando. Refrigerante, água e sorvete (Eye Scream) também podem ser consumidos à vontade.

Lanchinho no Flo’s Cafe
Sorvete à vontade no deque da piscina

Nos restaurantes a la carte, os hóspedes sentam sempre na mesma mesa e são atendidos todos os dias pela mesma equipe de garçons. No nosso caso, tínhamos o Wladimir, da Croácia, e o Wirawan, da Indonésia. Nós éramos três e tivemos a sorte de ficar com uma mesa inteira só pra gente. Em alguns casos, pode ser necessário dividir a mesa com outras famílias, o que pode até ser legal, se a outra família também for legal.

Gustavo e Isabela com os garçons Wlad e Wirawan
Cardápio da noite dos piratas
Sobremesa com um pequena amostra das três sobremesas principais da noite
Cardápio do Animator’s Palate
Cardápio de bebidas e sobremesas na Pirate’s Night
Cardápio infantil na Pirate’s Night. Esse cardápio é um chapéu para as crianças e tem passatempos

Todas as noites, no cardápio a la carte, há diversas opções de entrada, sopas, saladas, pratos principais, pratos vegetarianos e sobremesas. Se quiser provar mais de um de cada, fique à vontade. Se quiser provar todos, peça todos. Não há limite quanto a isso. Quanto às sobremesas, geralmente sempre tem uma que dá uma pequena amostra todas que estão sendo servidas naquela noite.

Há um cardápio especial para as crianças, que sempre pode ser usado como um “brinquedo”. Pode ser algo para colorir, um cardápio que vira chapéu de pirata, enfim, algo divertido para manter as crianças entretidas enquanto a comida não chega. Se a criança preferir comer algo do menu adulto, também pode, sem problema (e vice-versa).

A Bela detonando um dos pratos infantis na noite dos piratas
Um dos pratos infantis (penne integral com molho de tomate, brócolis e maçã verde). A Bela já tinha praticamente detonado os brócolis
Mais um cardápio infantil

No jantar, água e refrigerante são servidos à vontade.

Uma delicadeza ímpar que só quem é pai ou mãe entenderá: o prato infantil sempre chega antes dos demais pratos e o garçom faz questão de cortar ele mesmo a carne em pedacinhos para os pequenos aproveitarem.

Fomos tratados como uma família real pelos nossos muito queridos Wlad e Wirawan, que a cada dia que se passava, ficavam mais próximos da gente e muitas vezes previam o que nós iríamos pedir. Sensacional!

Vale lembrar que o room service está incluído no que você pagou pelo cruzeiro. Saiba mais aqui.

Noite dos piratas

No cruzeiro Disney Dream para as Bahamas, uma das noites é a Noite dos Piratas. No caso, a noite de Castaway Cay. Muitas pessoas se fantasiam e entram mesmo no clima da festa. Falamos um pouco sobre isso no post anterior.

É nessa noite que há uma queima de fogos linda em alto-mar. Emocionante!

Nos cruzeiros de 7 dias, há ainda a Noite do Comandante, que costuma ser uma ocasião em que as pessoas se vestem um pouco melhor. Mas só um pouco mesmo. Rsrsrsrs. Os navios da Disney têm uma atmosfera mais informal, bem família, então não é necessário traje de gala, como em alguns outros navios.

Piscinas

Para frequentar as piscinas, a criança já precisa ter desfraldado (são as normas internacionais de cruzeiros). Para as crianças que ainda usam fraldas, há a área do Nemo, com esguichos, cascatinhas e escorregadores.

Toalhas fresquinhas estão sempre disponíveis na piscina e também na saída no navio, em Castaway Cay. Em Nassau, fizemos o passeio ao parque aquático do Atlantis e também havia toalhas disponíveis para os visitantes. Dito isso, se são esses os locais que pretende visitar, não acho que seja necessário levar um monte de toalhas de praia na sua bagagem.

Veja também os outros posts que fizemos sobre o Cruzeiro Disney:

Cruzeiro Disney Dream – Bahamas – post 1 (sobre a Disney Cruise Line, seus navios, itinerários, compra do pacote, escolha da cabine e o que está ou não incluído no valor pago)

Preparativos especiais para o Cruzeiro Disney